Bed Bugs

Eu não fazia a mínima ideia que isso existia! Só fui saber recentemente ao ser vítima desses bichos numa pousada aqui perto: os bed bugs ou percevejos de cama! E o resultado, pode apostar, não é nada agradável. Portanto, se você adora viajar, dorme fora de casa, leia esse relato.

Eu estava exausto após um dia de trilha. Quando retornei à pousada, fiz minha higiene e fui dormir. No dia seguinte acordei todo picado. O resultado não aparece na hora pois os bichos antes de picarem soltam um anestésico para você não perceber, mas depois, ao longo dos dias seguintes a pele vai ficando empolada, com manchas vermelhas, algumas salientes e que coçam, e coçam muito!

Sem fazer a mínima ideia do que se tratava, continuei dormindo no mesmo local e a situação foi piorando. Comecei a imaginar alguma alergia, em ter encostado em algum local estranho ou, até mesmo, que havia caído algum produto químico na minha roupa. Mas foi só após associar ao fato de que o problema aconteceu após as noites de sono em local diferente e graças a nossa boa Internet é que fui descobrir do que se tratava. Não tinha como negar, ao comparar fotos da pele de algumas vítimas que via no Google com as marcas encontradas na minha, o fato é que eu havia sido vítima dos horríveis percevejos.

Lendo os relatos, fico sabendo que esses bichos são muito comuns na Austrália, Europa e América do Norte, sendo em alguns países verdadeiras pragas e um caso de saúde pública. E que chegaram ao Brasil trazidos por descuidados viajantes. No Youtube não faltam vídeos bizarros sobre esses bichos, a maioria em inglês.

Por isso, ao chegar em casa, imediatamente vistoriei toda minha bagagem. Tomei um banho e coloquei todas as minhas roupas em água fervendo. Passei um secador de cabelo na potência máxima na mochila (eles morrem com alta temperatura), os locais das picadas ainda coçando muito. Fiz tudo o que podia para eliminar o risco de trazer essa praga para dentro de casa. E assim a gente aprende. Nunca havia me acontecido algo desse tipo e, como disse, jamais saberia da existência desses bichos se não tivesse passado por isso.

O fato é que sempre me planejo, sempre atento à higiene, e é chato cair numa roubada desse tipo que escapou do planejamento e chegar de uma viagem nesse estado. A partir de agora sempre irei vistoriar os quartos de hospedagem onde ficar. Se achar algo errado vou pedir para mudar a roupa de cama ou trocar de quarto e vou passar a levar sempre comigo um lençol, uma grande folha de plástico para envolver o colchão se for preciso e um bom inseticida.

Meu objetivo aqui não é entrar em detalhes, mas apenas dar esse alerta. Se você viajou, dormiu fora de casa e acordou com pele toda empolada, manchas vermelhas e muita coceira, pesquise a respeito. Digite palavras-chave como "Bed Bugs" ou "Percevejos de Cama" no Google e Youtube que achará muita informação. E boa viagem e boa sorte!

Hora Zulu

Resolvi colocar um relógio com a hora UTC (Tempo Universal Coordenado) na parte superior direita do blog. Trata-se da hora de referência mundial, também chamada de Hora Média de Greenwich (GMT) ou "hora zulu" no jargão do radioamadorismo, pois no alfabeto fonético internacional, a palavra padronizada para a letra Z (de zero grau, que é o fuso horário de referência) é zulu.
A hora UTC é fundamental para sincronização dos eventos globais. Por exemplo, imagine a confusão que seria se na aviação e na navegação ou nos sistemas de comunicação internacionais cada um utilizasse um fuso horário diferente ou o horário de verão? Pois o uso de um horário padrão resolve esse problema. Sabendo a hora zulu ou hora UTC cada um faz os devidos acréscimos ou descontos para saber a hora de seu país. Por exemplo, se estou no Rio de Janeiro e pretendo me comunicar às 14 horas UTC com alguém que está em Moscou, o meu horário será às 11 horas (ou 12h se estiver no horário de verão) e para a pessoa de Moscou será 17 horas.
Como curiosidade clique no link Horário Mundial e terá um relógio com os principais fusos horários do mundo. Como referência, a hora zulu é a mesma hora de Londres.

N O T I F I C A Ç Õ E S

Horário de Verão 2017-2018
Início: 0h de sábado 14 outubro 2017 + 1 hora
Fim: 0h de sábado 17 fevereiro 2018 - 1 hora

Estações do Ano
Verão 21 dez 2017
Outono 20 Março 2018
Inverno 21 Jun 2018
Primavera 22 Set 2018
Verão 21 Dez 2018